Autor: Gabriela Furquim

Dicas e inspirações de como usar: Slingback Bicolor

Olá meus amores!

Alguns dias atrás (há muito tempo atrás rs) fiz um post falando sobre o excesso de tendências que estão sendo lançadas, mas que não são duradouras e que as pessoas não conseguem acompanhá-las pelo fato de todo dia aparecer uma tendência diferente (se você não viu, clique aqui para ver) e é por isso que no post de hoje vou falar de uma peça clássica: o Slingback bicolor, afinal, não há tendência passageira que vença uma tendência clássica.

Slingback-bicolor-gabrielafurquim

(Foto: Collage Vintage)

Enfim, criado em 1957 pela maravilhosa Coco Chanel, o Slingback bicolor ou sapatinho da vovó como é mais conhecido, é um sapato bege com salto baixo, com uma tira presa ao calcanhar e com um bico preto. Quando Coco Chanel o desenhou, a sua intenção era que o sapato combinasse com tudo e a sua ideia fez tanto sucesso que na época o Slingback bicolor ficou conhecido pela mídia como “os novos sapatos de Cinderela” e o “auge da elegância”.Além disso, Brigitte Bardot adorou a nova criação da Chanel.

Entretanto, fazer com que o sapato combinasse com tudo não era a única intenção de Chanel. Ela pensou em cada detalhe e as cores não foram escolhidas por acaso. Chanel escolheu o bege para o corpo do sapato pois o tom serve para alongar as pernas e o preto da ponta do sapato foi escolhido para dar a impressão de pé menores e proteger o sapato por mais tempo.

Slingback-bicolor-2-gabrielafurquim

(Foto: Party Style)

Já o elástico do sapato, que foi uma colaboração do sapateiro Massaro, tem como objetivo dar liberdade de movimento e combinar com o salto grosso que possui 5 centímetros. O Slingback bicolor é feito, desde sua criação, à mão. É necessário duas horas para ser produzido e passa por 65 processos até a finalização. Nada foi escolhido por acaso e como clássico que é clássico sempre retorna as passarelas, em 2015, Karl Lagerfeld trouxe o Slingback bicolor para a sua coleção prêt-à-porter e investiu em uma nova releitura: as alpargatas.

Slingback-bicolor-3-gabrielafurquim

(Fotos: New Inspired / Ayuh Store)

Bom, para quem se interessou e gostaria de usar saiba na hora de combinar o Slingback não há regras. Ah… e se você quiser apostar em Slingbacks mais modernos, marcas como Miuccia Prada, Miu Miu, Dior, Fendi e Dolce & Gabanna já lançaram as suas versões desse sapato. Você pode usar esse sapato em produções clássicas ou mais modernas, vale apostar em saia lápis, calça boyfriend, saia de couro, casaco de Tweed, peças jeans, peças estampadas e por aí vai. Mas caso você ainda esteja em dúvida, vamos conferir agora algumas inspirações para te ajudar a usar esse sapato maravilhoso:

  • SLINGBACK BICOLOR COM CALÇA 

inspirações-de-como-usar-slingback-bicolor-gabrielafurquim

Livia Auer / Livia Auer / Livia Auer / Claudia Villanueva

  • SLINGBACK BICOLOR COM VESTIDO

inspirações-de-como-usar-slingback-bicolor-2-gabrielafurquim

A Constellation / A Constellation /  Magna / Gary Pepper

Então meus amores, é isso. Para finalizar o post quero pedir desculpas pela a minha demora para postar e também gostaria de pedir inspirações para posts. Espero que gostem ♥♥♥


Referências de texto:

http://partystyle.com.br/, http://elle.abril.com.br/

Anúncios

A moda está em decadência?

Olá meus amores!

Recentemente, em uma entrevista para o portal WWD, Gulam Gvalaisa, diretor executivo e porta-voz da Vetements, declarou que a marca não irá desfilar a sua próxima coleção e para você entender o porquê disso, leia a seguir um trecho da fala de Gulam:

Há desfiles demais. Eu acho que isso é um pouco insano. Quando existiam menos marcas, menos desfiles, menos semanas de moda e coleções, desfiles eram algo pelo qual as pessoas esperavam. Agora, parece que existe uma longa semana de moda que nunca para e dura 365 dias por ano, […] os desfiles de hoje não têm mais nada a ver com roupas. A maioria dos looks nem são produzidos e, consequentemente, nunca chegam às lojas.

A-moda-esta-em-decadencia-gabrielafurquim

(Foto: Getty Images)

E já que os desfiles não geram mais todo aquele impacto, a Vetements, a Burberry e a Tom Ford estão pensando em adotar o conceito “see now, buy now”, já utilizado pela Tommy Hilfiger, que consiste em assistir o desfile e já comprar a peça, sem precisar esperar chegar à loja, ou seja, é uma atitude desesperada para vender.

E é aí que nós percebemos que a moda está em decadência, pois os desfiles não interessam mais tanto quanto interessavam a alguns anos e isso nos leva a uma pergunta: por quê? Resposta simples: como disse Gulam “parece que existe uma longa semana de moda que nunca para e dura 365 dias por ano”, acumulando aquele monte de tendência, o que está “na moda” hoje, amanhã já não está e isso acaba se tornando cansativo para a mente e para o bolso.

Além disso, a necessidade desesperada de criar e criar tendência, acaba gerando inúmeros desfiles com roupas que não possuem um pingo de criatividade e que logo serão descartadas porque a estação mudou, resultando em uma moda nada sustentável. Há duas frases que definem o meu sentimento em relação a crise pelo qual o mundo fashion está passando:

I – Sou contra a moda que não dure. É o meu lado masculino. Não consigo imaginar que se jogue uma roupa fora, só porque é primavera.

II – A moda virou uma piada. Os designers se esqueceram que existem mulheres dentro das roupas. A maioria das mulheres se veste para os homens e quer ser admirada. Mas elas também precisam andar, entrar num carro sem arrebentar a costura! Roupas têm que ter uma forma natural.

Adivinhem quem é a autora da frase? Isso mesmo, Coco Chanel. Então meus amores, é isso. O post de hoje foi mais como um desabafo e agora eu quero saber a opinião de vocês, me contem aí nos comentários. Espero que gostem ♥♥♥

Perfume em pó, já ouviu falar?

Olá meus amores!

No post de hoje eu vou falar sobre uma novidade um tanto quanto interessante que surgiu no mundo da perfumaria: o perfume em pó, alguém aí já ouviu falar? Se não, calma que você já vai conhecer. Bom, nós já temos o esmalte e o batom em pó, e agora para completar esse kit temos o perfume em pó graças a marca sueca Byredo.

Perfumes-em-po-byredo-gabrielafurquim

(Foto: ELLE)

A Byredo deu essa nova versão em pó a três de suas fragrâncias que é a Blanche, Bal D’afrique e Gypsy Water. Os frascos do perfume são inspirados no píncel Kabuki e a marca afirma que o perfume é feito de um pó micro-fino que fica transparante na pele e que aplicação deve ser feita no colo, atrás das orelhas e nas saboneteiras. Os perfumes já se encontram disponíveis para venda no site da Byredo e cada frasco vem com 7 gramas do pozinho e custam 45 euros.

Então meus amores, é isso. Confesso que fiquei curiosa para testar, alguém aí também ficou? Me conta aí nos comentários. Espero que gostem ♥♥♥

Homenageada do MET Gala 2017: Rei Kawakubo

Olá meus amores!

No dia 01/05, segunda-feira, ocorreu o MET Gala 2017 que é um baile anual realizado pelo Metropolitan Museum of Art, em Nova York, que tem como objetivo arrecadar fundos para o setor de moda e design do museu. Todo ano esse baile possui um tema diferente, ano passado foi Manus x Machina: Fashion in an age of Technology e esse ano o tema foi Rei Kawakubo/Comme des Garçons: Art of the In-Between, uma homenagem à estilista japonesa Rei Kawakubo, fundadora da marca Comme des Garçons.

Rei-Kawakubo-gabrielafurquim

(Foto: Senatus)

Bom, eu acho que a maioria de vocês já devem ter visto alguns dos looks que passaram por esse tapete vermelho, afinal… teve alguns que deram o que falar, mas o post de hoje não é apenas para comentar os looks em si e sim para falar da estilista homenageada e o porquê dos looks extravagantes. Então, vamos lá.

Rei-Kawakubo-2-gabrielafurquim

(Fotos: Revista Glamour e Raquel Prates – Pharrell Williams e sua esposa Helen Lasichanh, Rihanna e Tracee Ellis Ross vestiram Comme des Garçons)

Rei Kawakubo nasceu em Tóquio, no Japão, no dia 11 de Outubro de 1942. Algo interessante em sua biografia é que ela não se formou em Moda e sim em Filosofia, Arte e Literatura na Universidade Keio, em Tóquio, talvez tenha sido a sua formação que influenciou a sua maneira expressiva e ousada em criar. Mas enfim, foi apenas em 1966 que Rei Kawakubo deu início a sua carreira de estilista e em 1969 ela criou a sua marca Comme des Garçons, e é a partir daí que a sua carreira fez o maior sucesso e dominou a década de 80.

Rei-Kawakubo-3-gabrielafurquim

(Fotos: The Impression)

Mas, porque tanto sucesso? Pergunta simples, mas ao mesmo tempo tão complexa. Uma frase muito comum que define as criações de Rei Kawakubo é aquela: “A única regra é que não há regras”, afinal… ela mesma já disse que as regras estão apenas dentro da nossa mente, ah… e uma outra característica dela é que ela não segue tendências. Então ela vai criar coleções que provoca, que são desconstruídas, com volumes, amassadas, rasgadas e com imperfeições propositais. Talvez essa seja a resposta pra tanto sucesso, afinal… no mundo do vestuário existem várias regrinhas e do nada aparece uma estilista com coleções que apresentam padrões totalmente desconstruídos.

Rei Kawakubo é uma das melhores estilistas contemporâneas e é consagrada no mundo todo. Os seus desfiles são uma caixinha de surpresa porque não passa pela sua cabeça o que vai ser apresentado e não é só a roupa que tem uma pegada mercante, é como é apresentada, é a expressão das modelos, é o caminhar das modelos. Um bom exemplo, é a coleção outono/inverno 2017/2018, observem:

Então meus amores, é isso. E voltando ao MET Gala 2017, a homenagem foi mais que merecida e algumas famosas honraram a proposta do tema, como foi o caso da Rihanna. Então me diz a sua opinião aí nos comentários. Espero que gostem ♥♥♥


Referências de texto:

http://www.portaisdamoda.com.br, http://mundodasmarcas.blogspot.com.br, http://www.lilianpacce.com.br, http://ffw.uol.com.br, http://br.fashionnetwork.com, http://elle.abril.com.br

 

Dip Powder e Ombré Collection

Olá meus amores!

Nem todo mundo possui a facilidade de pintar as unhas com esmalte líquido e é por isso que o mercado vem trazendo novas opção de esmaltações, como é o caso do esmalte em spray que já foi lançado algum tempo e agora o esmalte em pó, alguém já ouviu falar? Se não, calma, que você já vai conhecer essa novidade.

Na verdade, o esmalte em pó já é bem velhinho, ele foi lançado na década de 1980 e não fez tanto sucesso, mas é aquela coisa, né? Se não fez sucesso antes, faz agora. Enfim, depois de todo esse tempo, a marca responsável por trazer essa esmaltação de volta foi a Kiara Sky Nails que já lançou o seu próprio kit que possui mais de 100 cores de esmaltes. Esses esmaltes são feitos de acrílico específico para as unhas e a sua aplicação é super fácil, você pode mergulhar o dedo no potinho ou aplicar o pó com o pincel, deve ser passado de duas a três mãos desse pó e por fim é só finalizar com base.

Esse novo tipo de esmalte promete ficar nas unhas até quatro semanas e o melhor: ele também promete não descascar. O esmalte em pó gruda tão bem na unha que retirá-lo é um pouquinho complicado e exige paciência, na hora de retirar esse esmalte você precisa mergulhar as unhas na acetona e deixar por 15 minutos.

Além do esmalte em pó, a marca Kiara também lançou a linha Ombré Collection, sabe aqueles vídeos no Facebook que as mulheres colocam a unha embaixo da água e o esmalte troca de cor, então Kiara agora possui a sua própria linha com 44 cores de esmaltes ombré.

Então meus amores, é isso. Eu confesso que achei a ideia interessante os dois tipos de esmaltes e até que enfim descobri a loja que vende os esmaltes Ombré rsrs, mas e você? O que achou? Me conta aí nos comentários. Espero que gostem ♥♥♥

Nicoll Blue: a cor queridinha do momento

Olá meus amores!

Eu sei que já faz algum tempinho que eu não dou as caras aqui no blog e eu tenho uma justificativa para isso: bloqueio criativo. Todo mundo que escreve já passou por um momento assim e eu passei pelo meu, mas prometo ir retornando com os posts aos poucos e peço que me desculpem. Enfim, chega de falar de mim e vamos falar da Pantone que durante a semana de moda em Londres,  lançou uma nova cor em homenagem ao estilista britânico Richard Nicoll que faleceu em Outubro do ano passado e o nome da cor? Nicoll Blue.

Nicoll-Blue-a-cor-queridinha-do-momento-gabrielafurquim

(Foto: UseFashion Blog)

Essa cor foi escolhida pelos amigos mais próximos do estilista e olha… não podia ser outra já que Nicoll apresentou o azul em diversas coleções que apresentou em Londres. Ah, e as homenagens não param por aí, a entrada principal do Store Studios que é a sede oficial da London Fashion Week irá ser colorida com a Nicoll Blue, antes do desfile da Central Saint Martins MA, que ocorreu no dia 13/02 houve um minuto de silêncio em consideração ao estilista e foi feito um vídeo inspirado na cor.

A cor Nicoll Blue já é a queridinha do momento e não é para menos, né? Essa cor tem uma pegada clássica, elegante e sofisticada, digamos que ela é a versão mais escura do tom Azul Serenity, que foi considera uma das cores do ano de 2016. E falando em cor do ano, a cor de 2017 já foi definida que é a Greenery, porém depois do lançamento da Nicoll Blue é ela quem promete arrasar nas próximas temporadas, se cuida Greenery.

Nicoll-Blue-a-cor-queridinha-do-momento-2-gabrielafurquim

(Fotos: Pinterest, Uol e Unique Fashion Closet)

E para quem gostaria de colocar um pouquinho mais de cor no look, mas estava com medo de investir em um Pink Yarrow (uma das cores que compõe a cartela de cores 2017), o Nicoll Blue é uma ótima opção, afinal… ele é leve e não vai pesar tanto nas produções. Além de clássica, elegante e sofisticada, esse tom tem um toque meio vintage e eu já imaginei essa cor em uma saia de couro sendo usada pela modelo Twiggy nos anos 70 com uma botinha branca para um editorial rsrs.

Nicoll-Blue-a-cor-queridinha-do-momento-3-gabrielafurquim

(Foto: Victória Sayão)

Então meus amores, é isso. Eu confesso que fiquei apaixonada nesse tom, ele transmite uma calma e eu mal posso esperar para incrementá-lo em minhas produções, ah… e você também, em? Quero ver todo mundo se jogando no Nicoll Blue. E para quem não acompanhou a cartela de cores que foi escolhida pela Pantone no início desse ano, basta clicar aqui que você já fica a par das tendências. Para finalizarmos quero novamente me desculpar pelo meu sumiço. Espero que gostem do post ♥♥♥


Referência de texto:

http://vogue.globo.com/, http://blog.usefashion.com/

5 dicas para escolher a sua faculdade

Olá meus amores!

Muitas pessoas quando chegam no terceiro ano do Ensino Médio enfrentam aquela dúvida de qual faculdade cursar e eu sei muito bem como é isso. No começo desse ano, confesso que fiquei desesperada porque eu não sabia o que fazer, até que decidi parar e criei 5 passos para que eu conseguisse escolher e pensando em pessoas que ainda estão com dúvidas, vou compartilhar essas 5 dicas com você, vamos lá.

5-dicas-para-escolher-a-sua-faculdade-gabrielafurquim

(Foto: Estudar Fora)

  • FAÇA UMA LISTA DE TODAS AS FACULDADES QUE VOCÊ PENSOU EM CURSAR

A primeira coisa que eu fiz foi fazer uma lista com todas as opções de faculdade que eu pensei em cursar e olha que essa lista rendeu, tinha cursos que eu coloquei na cabeça que iria fazer apenas por ser interessante.

  • ELIMINE OS CURSOS QUE VOCÊ NÃO TEM AFINIDADE

Depois do primeiro passo, elimine todas as opções de curso que você sabe que você não se daria bem e que não tem afinidade. Um dos cursos que eu risquei da minha lista foi Fisioterapia, eu decidi que queria fazer esse curso em uma quarta-feira ensolarada rsrs, um outro curso também foi gastronomia que eu decidi que queria fazer depois de ter assistido Master Chef, ou seja, eu fui riscando os cursos que eu sei que não me daria bem e que eu só pensei em fazer por ver os outros fazendo e achar que seria pra mim também.

  • ANALISE AS OPÇÕES QUE SOBRARAM

Na minha lista, as opções que sobraram foram Moda, Física e Jornalismo, e a partir daí eu analisei cada opção: Moda, é uma coisa que eu amo e que eu me vejo trabalhando com isso; Física, sou boa em na escola e em relação ao Jornalismo eu faria para trabalhar com moda.

  • EXCLUA DOIS CURSOS E JUSTIFIQUE 

Depois de ter analisado os três cursos, eu exclui dois e justifiquei para mim mesmo o porquê não querer fazer eles. Em relação a Física, eu percebi que só queria cursar Física por ser a matéria que eu me dou bem na escola, mas isso não é o suficiente e eu também não me via trabalhando com isso e em relação ao Jornalismo eu queria fazer para trabalhar como “jornalista de moda”, essa poderia ser uma opção? Sim, mas a primeira é moda.

  • NÃO DEIXEM QUE AS PESSOAS INTERFIRAM NA SUA DECISÃO 

Eu acho que parte de mim sempre soube que eu quis fazer moda, mas a outra parte sabia que essa opção não seria bem aceita, então… eu meio que tentava escolher outros cursos. Nesse quarto passo, eu apenas quero dizer para você não deixar as pessoas interferirem na sua escolha, independendo do seu curso vai ter gente que vai falar “isso não dá futuro”, “pra que fazer isso?” e “faça algo que dê dinheiro” (inclusive eu já falei disso em um post aqui no blog que era sobre o preconceito que gira em torno da Moda), mas não dê atenção para essas pessoas porque não existe esse negócio de “faça algo que dê dinheiro” porque seja a profissão que for, seja Medicina, Direito…, você só ganhar dinheiro se for um bom profissional e saber o que está fazendo, então faça o que você goste independente se vai ter pessoas que vão gostar ou não da sua escolha.

Então meus amores, é isso. Eu sei que o post de hoje não tem nada a ver com o assunto geral aqui do Blog que é Moda, mas eu queria compartilhar esses passos com outras pessoas que também estão com dúvida da mesma maneira que eu já fiquei e também serve como um desabafo. Espero que gostem ♥♥♥

 

Como montar um look Color Blocking

Olá meus amores!

Agora com todas essas semanas de moda, você provavelmente já deve ter visto alguma fashionista usando a combinação Color Blocking. Para quem não conhece, o Color Blocking ou Bloco de Cores é uma tendência que consiste em criar looks misturando cores vibrantes e chamativas, essa é uma tendência que vira e mexe aparece por aí, como agora. O Color Blocking surgiu como New Wave na indústria da moda americana no ano de 1980 como um ato de rebeldia e em 2010/2011 grifes como Gucci, Prada, Marc Jacobs, Balenciaga, Dior, Jil Sanders e Louis Vuitton levaram para as suas passarelas a New Wave que passou a ser conhecido como Color Blocking.

CMYK ba´sico

(Foto: View of the Times)

Mas, afinal, como se monta um look Color Blocking? Todos os looks Color Blocking são montados em cima do Círculo Cromático que é um círculo representado por 12 cores: três primárias, três secundárias e seis terciárias, e é a partir dessas cores que surgem as combinações das cores que podem ser: primárias, secundárias, análogas, complementares, decompor complementares e intermediárias.

Como-montar-um-circulo-cromatico-2-gabrielafurquim

Viu? Nem é tão difícil assim rsrs. Mas enfim, vamos entender as combinações das cores para ficar mais fácil ainda:

  • Looks primários: São compostos apenas pelas cor amarelo, azul e vermelho;
  • Looks secundários: São compostos apenas pelas cor laranja, roxo e verde;
  • Looks análogos: São compostos por cores que estão próximas uma das outras, são aquelas que possuem um pigmento em comum, por exemplo: azul, azul-esverdeado e verde;

Como-montar-um-circulo-cromatico-3-gabrielafurquim

Tamires Lucietti / Deborah Zandonna / Ana Soares

  • Looks complementares: São compostos por duas cores que ficam opostas no círculo cromático como, por exemplo, roxo e amarelo, verde e roxo…;
  • Looks decompor complementares: São compostos por três cores: a cor principal e duas adjacentes à sua cor complementar;
  • Looks intermediários: São compostos por 6 cores como mostra na imagem, para montar um look assim você deve escolher uma cor, pular uma e assim vai.

Como-montar-um-look-color-blocking-4-gabrielafurquim

Thássia Naves / Thássia Naves / Paloma Soares

Então meus amores, é isso. Montar um look Color Blocking é fácil, a única coisa que você precisa saber são as regrinhas acima porque por mais que essa tendência utilize cores vibrantes é importantes que essas cores combinem entre si. Espero que gostem ♥♥♥

 

 

 

 

Para inspirar: 10 frases de Coco Chanel

Olá meus amores!

Coco Chanel foi uma das melhores estilistas, ela foi responsável por mudar o mundo da moda e mesmo depois de sua morte, os seus ensinamentos atravessaram gerações e as mulheres/estilistas ainda encontram neles inspirações para se vestir e criar.

para-inspirar-10-frases-de-coco-chanel-gabrielafurquim

Além dos seus ensinamentos, Coco Chanel possuía uma personalidade forte e demonstrava isso através dos seus pensamentos e para mostrar isso à você separei 10 frases de Coco Chanel para te inspirar. Então, vamos lá.

para-inspirar-10-frases-de-coco-chanel-2-gabrielafurquim

Então meus amores, é isso. Essas são também as minhas 10 frases favoritas, confesso que tenho vontade de enquadra-las e deixar elas espalhadas pela casa rsrs. Das 10 frases, a minha favorita é a primeira que diz que toda mulher deveria se arrumar um pouco, pois nunca se sabe quando ela terá um encontro com o destino. Ah, e qual a sua frase favorita? Me conta aí nos comentários! Espero que gostem ♥♥♥

Closet virtual

Olá meus amores!

Quem nunca fez usa bagunça no guarda-roupa procurando apenas uma peça para vestir ou quem nunca falou aquela famosa frase “Eu não tenho o que vestir”? Pois é, só que fazer isso toda vez que vai sair não dá, então você já pensou que maravilha seria possuir um closet virtual e poder organizar os seus looks para vestir durante a semana? Eu sei, seria ótimo e ainda bem que isso já é possível e é por isso que no post de hoje nós vamos conhecer 6 apps que nos permite tirar fotos de nossas roupas e organizá-las virtualmente, como um closet virtual! Vamos lá.

tumblr_o0757jUmJ31r37v7co1_500

Com o Closfy você poderá adicionar as fotos das suas roupas por meio da câmera ou galeria, depois é só criar e organizar o seu visual. Além disso, você poderá organizar os seus looks no calendário e também é possível criar várias contas, tendo a opção de organizar o guarda-roupa da família inteira, cada um com a sua conta.

O aplicativo Clamotty será seu conselheiro pessoal sobre qualquer coisa a respeito de seu roupeiro. Ele te ajudará a estar elegante o tempo todo, a acompanhar as notícias no mundo da moda, a criar um visual rapidamente, classificar e organizar suas roupas e te ajudar a organizar a mala de viagens.

O MyStyle tem recursos incríveis para ajudar você a aproveitar todas as roupas do seu guarda-roupa. Importe as suas roupas reais, crie figurinos do estilo das revistas, planeje o que usar e descubra como as outras pessoas se vestem com este app totalmente personalizável.

Com o My Dressing você poderá tirar foto de suas roupas ou importá-las da galaria, poderá corta-las, criar novos looks, compartilha-los com seus amigos via Facebook, Instagram…, criar coleções e incrementar as suas roupas; personalizando cores e fundos.

O Moda it App é seu aplicativo na hora de se vestir. Inspire-se com os looks de bloggers e celebridades, saiba onde comprar as peças, organize seus looks por data e tags de ocasião, e faça combinações com seus próprios looks como se estivesse em um provador. Tenha uma pasta de looks seus organizada por data e tags personalizadas de ocasião: você nunca mais terá problemas pra lembrar o que vestiu, quando e com quem; Você terá um provador no seu celular, para combinar as peças dos seus looks e salvar as melhores idéias para novas produções.

ClosetSpace é a sua plataforma de gerenciamento de estilo final. Esse app possui ferramentas de organização, ofertas exclusivas sobre os serviços de estilo e também tem a opção de adicionar compras em segundos e criar e planejar idéias roupa para mais tarde. Tudo que você precisa, tudo em um app.

Então meus amores, é isso. Agora chega de fazer aquela bagunça na hora de procurar uma “brusinha” rsrs. Se você já usa algum desses aplicativos me conta aí nos comentários e se você usa algum outro que não está nessa lista me conta também. Espero que gostem ♥♥♥


Referência de imagem:

http://somethinglikeelisa.tumblr.com/